Nada a Temer

Quarta-feira, Janeiro 13, 2010 9:48

Foi mais um dia que acabou
E não posso entender
Como tudo é vivido a correr
A vida fica para trás e nada satisfaz
Digo que o coração não bate de razão mas
Vive de amor, liberdade, esta é a realidade

Os sonhos, são para viver, para viver
Procuro em mim
Mas nada, é como eu pensei
O que é que eu faço

Nada a temer, nem pressões, nem rasteiras
A vida é para viver… say hoooo
Só tens de te deixar levar, deixar levar
x2

Isto é mais facil de dizer, dificil de fazer
Não há tempo a perder
A luz do meu olhar já quer amanhecer
Digo que o coração não bate de razão mas
Vive de amor, liberdade, esta é a realidade

Os sonhos, são para viver, para viver
Procuro em mim
Mas nada, é como eu pensei
O que é que eu faço

Nada a temer, nem pressões, nem rasteiras
A vida é para viver… say hoooo
Só tens de te deixar levar, deixar levar

Nada a temer, nem pressões, nem rasteiras
A vida é para viver… say hoooo
Só tens de te deixar levar, deixar levar

Nada a temer, temer, temer …
Nada a temer, temer, temer …

Deixe um comentário, ou faça um trackback através do seu próprio site.

Deixa um comentário