Dzrt Tour 2010

Domingo, Março 28, 2010 0:13

A paixão pela música, a grande amizade e os fãs uniram novamente os D’ZRT num novo projecto, que constituiu mais um marco na história desta banda, com o lançamento no final de 2009 do CD “D’ZRT PROJECT”.

Em palco, os D’ZRT destacam-se com feitos como a abertura do Rock In Rio Lisboa, grandes espectáculos nos Coliseus de Lisboa e Porto e records como a maior enchente do Pavilhão Atlântico de uma banda nacional.

DZRT Tour 2010

A banda tem uma extraordinária empatia com os fãs, e a versatilidade dos quatro artistas, tornam os seus espectáculos ao vivo numa referência no panorama de bandas nacionais! Tendo gerado mais um grande êxito de vendas de CD’s, os D’ZRT encontram-se neste momento a ultimar os preparativos para ir para a estrada promover o seus álbum e contactar de novo contigo!

Concertos dos DZRT confirmados

10 Abril – Aveiro
29 Maio – Lisboa Rock In Rio
30 Maio – Santiago do Cacém
24 Junho – Açores – Terceira
26 Julho – Cantalhede

Enquanto Não Vencer

Terça-feira, Janeiro 19, 2010 10:00

Levanta lá isso …

Olho para trás
Tudo o que vivi
Não acreditei
Tudo perdi

Sou um novo eu
Acredito em mim
mesmo que digam que
não vou até ao fim

Sei bem onde quero estar
Conquistar o meu lugar
À sombra eu não vou ficar
Os sonhos custam a ganhar

Eu não quero saber
Nada me custa fazer
Não paro enquanto não vencer

Eu não quero saber
cansei de me dizerem o que devo fazer
tenho um feitio marado instalado
já está cansado de dicas de todo o lado
quantas vezes não pensas
que até és capaz mas o passo não dás
regista esta dica que te dou no ouvido
a inveja é tipo aquilo que até pica amigo

Sei bem onde quero estar
Conquistar o meu lugar
À sombra eu não vou ficar
Os sonhos custam a ganhar

Eu não quero saber
Nada me custa fazer
Não paro enquanto não vencer
x2

Feeling

Segunda-feira, Janeiro 18, 2010 9:56

Chego bravo, carregado, não travo
Com o estilo inconfundível que só eu te dou
Inovado, platinado, não paro
Um pouco mais recheado mas não mudo quem sou
Estou tipo puto atrevido, conto contigo
Vacilas um segundo e não estou
Don’t stop, till the top, no flop,
Long time nowwe beat the clock

Get Up! Não resistes à cadência do meu flow
Get Up! Para mim é facil o dificil, here i go
Get Up! Tudo pára quando tu dizes que sim
Tudo pára

Eu quero ver esse feeling
Só tu podes dar
Eu quero ter esse feeling
Não deves negar
x4

O teu feeling…
x4

Mais som, mais club, mais grouve, mais rough
Pedes mais, nunca é enough
Mais hot, mais forte, dás-me o toque, dont stop
Queres mais hoje estás com sorte
O desafio está feito e para mim é perfeito
Tudo o que entre nós se criou
Mais hot, mais forte, lets go!

Get Up! Não resistes à cadência do meu flow
Get Up! Para mim é facil o dificil, here i go
Get Up! Tudo pára quando tu dizes que sim
Tudo pára

Eu quero ver esse feeling
Só tu podes dar
Eu quero ter esse feeling
Não deves negar
x2

O teu feeling…
x4

Breathe Love

Domingo, Janeiro 17, 2010 9:54

Breathe love tonight
x8

Breathe love tonight, like never before

Lift your feet from the floor
Now drink and ask for more
The club is pumping
Someone tell the bouncer to shut the door

Let’s get the party started
Make it crazy like no other
Let’s just forget the problems
And breathe love tonight
x8

Breathe love tonight, breathe love tonight,
Breathe love tonight, like never before
x4

Like never before

Let’s get the party started
Make it crazy like no other
Let’s just forget the problems
And breathe love tonight

Lift your feet from the floor
Now drink and ask for more
The club is pumping
Someone tell the bouncer to shut the door

Let’s get the party started
Make it crazy like no other
Let’s just forget the problems
And breathe love tonight

Lift your feet from the floor
Now drink and ask for more
The club is pumping
Someone tell the bouncer to shut the door

Breathe love tonight, breathe love tonight,
Breathe love tonight, like never before
x4

Wanna breathe love tonight, wanna breathe love tonight,
Wanna breathe love tonight, like never before
x4

Tonight

We make love tonight, we make love
We make love tonight
Tonight, we make love tonight
We make love, we make love
Like never before
x2

Like never before
x6

Mexe

Sábado, Janeiro 16, 2010 9:53

Nublado, este sim era o meu estado
Fatigado depois de um dia de trabajo
Sem bem saber o que da vida fazer
Resolvi ficar por casa até o anoitecer
Viajava pelo meu quinto sono
Eu com ela não passava de um sonho
Acordaste-me boy, espero que valha a pena
Grande desbunda, estamos em casa da Helena!
Bem! Senti-me desenquadrado
Lancei-me para o banho e do banho
para o guarda-fato
Dolce Gabbana, CK, Prada
Seja o que for, hoje o griffe é da pesada
Já no local eu dou por mim alucinado
O sexo feminino lá todo concentrado
Loiras, morenas de faltar o ar
Acho que esta noite vai dar que falar

Então Dança, quero-te ver a dançar
yo Mexe, quero-te ver a mexer
Quero-te ver a dançar!

Dança, quero-te ver a dançar
Mexe, quero-te ver a mexer
Quero-te ver a dançar!

Vi-te, fiquei pasmado
A bússola partiu, puseste-me desorientado
Corpo de viola repleto de melodia
O teu sorriso rasgado… tinha um toque de magia
O teu gingar de ancas provocou-me uma tontura
Um misto de selvagem com muita ternura
Loucura, era p’ra onde eu caminhava
Doçura, no fundo era o que me esperava
Sem perder mais tempo eu meti-me ao ataque
Introduzi, desenvolvi
Houve sintonia conclui o cheque-mate
Fugimos da festa quando o desejo bateu
Na praia, o luar era só meu e teu
Peguei-te, aqueci-te, o mar agitou o apetite
Mexi-te como nunca te mexeram

Partimos o Kamasutra que outros só leram

Filosofia Rara

Sexta-feira, Janeiro 15, 2010 9:51

Não me perguntes de onde venho nem quem sou
Do tipo que fico e quando olhas já não estou
Escuta o que tenho p’ra te dizer
Não temos de ser todos iguais
Respeita-me que eu respeitar-te-ei mais

Filosofia rara
Tutora do meu viver
Ferida que não sara
Seria ver e não puder te ter

And i don’t wanna go
And i don’t wanna stay
And i don’t wanna go
x3

Qual é o meu lugar?
Qual é o teu lugar?
Incertezas que eu mesmo não sei
Se vim para ficar
Se vou voltar
As respostas essas nunca te direi

Filosofia rara
Estranha forma de ser
A minha vida não acaba
Enquanto poder ver o meu sol nascer

And i don’t wanna go
And i don’t wanna stay
And i don’t wanna go
x4

Filosofia rara
Tutora do meu viver
Filosofia rara
Estranha forma de ser
Filosofia rara
D’ZRT
Filosofia rara

And i don’t wanna go
And i don’t wanna stay
And i don’t wanna go
x3

Onde estás

Quinta-feira, Janeiro 14, 2010 9:50

Perdido por um instante
Quando sei que o correio vem de distante
Aperto largo, não mói mas queima
É dor de eterno amante
Sei que chega perfumada
De palavras que me cobrem de sorrisos
O pouco é tudo quando não espero nada
Desta carta inominada

Onde estou, não sei responder
Onde estás, sem ti sinto-me perdido
De ti nunca vou desistir
Onde estás, sem ti sinto-me perdido
De ti nunca vou desistir
Onde estás, sem ti sinto-me perdido

Numa estrada iluminada
A tristeza vagueia no meu caminho
Fingi não doer nada
Mas sinto-me tão sozinho
Na nossa cama já não estás
Eu não sinto o odor do nosso amor
Foi preciso tu partires
Para eu aprender a dar valor

Onde estou, não sei responder
Onde estás, sem ti sinto-me perdido
De ti nunca vou desistir
Onde estás, sem ti sinto-me perdido
De ti nunca vou desistir
Onde estás, sem ti sinto-me perdido

Onde estou, de ti nunca vou desistir
Onde estás, sem ti sinto-me perdido

De ti nunca vou desistir
Onde estás, sem ti sinto-me perdido

Perdido, onde estou
Perdido

Onde estás, onde estás, onde estás,

Nada a Temer

Quarta-feira, Janeiro 13, 2010 9:48

Foi mais um dia que acabou
E não posso entender
Como tudo é vivido a correr
A vida fica para trás e nada satisfaz
Digo que o coração não bate de razão mas
Vive de amor, liberdade, esta é a realidade

Os sonhos, são para viver, para viver
Procuro em mim
Mas nada, é como eu pensei
O que é que eu faço

Nada a temer, nem pressões, nem rasteiras
A vida é para viver… say hoooo
Só tens de te deixar levar, deixar levar
x2

Isto é mais facil de dizer, dificil de fazer
Não há tempo a perder
A luz do meu olhar já quer amanhecer
Digo que o coração não bate de razão mas
Vive de amor, liberdade, esta é a realidade

Os sonhos, são para viver, para viver
Procuro em mim
Mas nada, é como eu pensei
O que é que eu faço

Nada a temer, nem pressões, nem rasteiras
A vida é para viver… say hoooo
Só tens de te deixar levar, deixar levar

Nada a temer, nem pressões, nem rasteiras
A vida é para viver… say hoooo
Só tens de te deixar levar, deixar levar

Nada a temer, temer, temer …
Nada a temer, temer, temer …

Indecente

Terça-feira, Janeiro 12, 2010 9:47

És indecente
Porque toda a hora me seduzes
És indecente
Porque neste jogo só tu conduzes
És indecente
Porque o proibido é apetecido
És indecente e eu gosto

Haaaa
Não me sais do pensamento
Haaaa
E resistir eu bem tento
Haaaa
Por ti cometo loucuras e eu gosto

É difícil controlar
É indecente o teu olhar
Já faltou mais para acontecer
Vamos nos perder
x2

És indecente
E eu gosto dessa maneira de ser
És indecente
É um crime não me deixar envolver
És indecente
És indecente

É difícil controlar
É indecente o teu olhar
Já faltou mais para acontecer
Vamos nos perder
x5

Entra no meu Espaço

Segunda-feira, Janeiro 11, 2010 9:43

Eu e tu, não preciso mais nada
Capota aberta sem destino na estrada
Cabelo ao vento, pele delicada
Gosto de ti e quero-te apaixonada
Vem bebé, é sincero
Partilhar contigo é tudo o que eu quero
A vida ensina, gosto de aprender
Não me magoes eu prometo-te proteger

prometo-te proteger

Entra no meu espaço
Ouve a música que te dou
Dentro do meu espaço
Vê o mundo em que eu estou
x2

Não há momento em que eu não pense
em contigo poder estar
Criei um mudo em que só tu podes lá entrar

Tudo é tão bom quando te tenho perto de mim
Pára-me o tempo quando me olhas e dizes que sim

Tudo é tão pouco, não consigo descrever
Tudo é tão pouco
Tudo é tão pouco, está difícil não te ver
Tudo é tão pouco

Entra no meu espaço
Ouve a música que te dou
Dentro do meu espaço
Vê o mundo em que eu estou
x2

Manda vir… manda vir
Dá-me aquilo que ninguém mais tem Girl
Faz-me sentir especial
Diz-me o que não dizes a mais ninguém Girl
Tudo em ti é fora do normal

Não tem ninguém para o teu lugar
‘Tou certo que sim
O tempo parece não passar
quando não estás perto de mim, de mim

Tudo é tão pouco, não consigo descrever
Tudo é tão pouco
Tudo é tão pouco, está difícil não te ver
Tudo é tão pouco

Yap! Tá tudo dito, agora diz-me o que sentes
E quem sabe um dia juntamos escovas de dentes